Sorry, this page isn't available for your location.

The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Investors

Sorry, this page isn't available for your location.

The page you're viewing is for Portuguese (LATAM) region.

Quando chega o momento em que se pode adquirir um automóvel de luxo, como Maserati, Ferrari, Tesla, Audi, avaliamos previamente o desempenho do carro, os detalhes de design, a manutenção preventiva e outras características para escolher o automóvel com o qual temos fantasiado. Não é uma decisão fácil, nem uma compra que se pode fazer de maneira apressada. O mesmo sucede quando decidimos adquirir um nobreak (unidade de alimentação ininterrupta de energia) ou um ar-condicionado de precisão para as instalações críticas de data centers.

Aqui estão alguns aspectos chaves a levar em conta quando se implementa e administra infraestrutura crítica.

Desempenho garantido de fábrica

Os automóveis de luxo são submetidos a testes de fábrica para garantir os padrões de eficiência. Os nobreaks e aparelhos de ar-condicionado de precisão, também. Isso é de suma importância porque, nas instalações críticas, é necessário garantir uma disponibilidade superior a 99%. Além disso, é necessário atingir certo nível de eficiência para poder reduzir os custos. O ar-condicionado de precisão, por exemplo, é responsável por 30% do consumo energético total do data center médio. Portanto, desde a fábrica é possível ajudar a garantir um melhor rendimento.

Para garantir o rendimento dos nobreaks é importante realizar diferentes testes obrigatórios para sua aceitação. Eles incluem testes de rendimento com carga parcial, testes de transferência de carga, testes de funcionamento correto das baterias, testes de equilíbrio e desequilíbrio de cargas, dentre outros. No caso dos sistemas de ar-condicionado de precisão, é importante eles contarem com certificações de institutos reconhecidos globalmente. Essas certificações garantem o funcionamento preciso e constante do equipamento graças aos testes padronizados e rigorosos.

Detalhes sob medida

Nesse tipo de automóveis, o cliente pode escolher o tipo e a cor do couro, as rodas, a cor do carro, além de outras características. Os nobreaks e os sistemas de ar-condicionado de precisão de grande porte se ajustam às necessidades das instalações críticas.

No caso dos nobreaks de grande porte, é necessário ajustar a capacidade, a tensão de entrada e de saída, o tempo de autonomia com baterias e o tipo das baterias. No caso dos sistemas de ar-condicionado de precisão, é necessário determinar se a descarga é para cima ou para baixo, se os ventiladores vão dentro da unidade ou sob o piso falso, se usam refrigerante ou água gelada, o tipo de compressor e o tipo de ventilador. Isso é importante porque todas as instalações críticas têm particularidades que precisam ser consideradas na hora de escolher o equipamento para a sua infraestrutura crítica. Em alguns casos, é necessário considerar a localização geográfica (sobretudo para poder implementar free cooling) e, em outros, as preferências ou políticas da empresa.

Manutenção preventiva

Após ser entregue ao cliente, de tempos em tempos o automóvel deve ser submetido a manutenção: é preciso trocar o óleo, os filtros do ar-condicionado, as luzes, revisar a direção e trocar o fluido de freio, revisar as rodas e os pneus, fazer o rodízio dos pneus para garantir um desgaste homogêneo, revisar a caixa de câmbio e as correias.

Os nobreaks e sistemas de ar-condicionado de precisão também precisam ser submetidos à manutenção. A manutenção preventiva permite substituir componentes que costumam sofrer desgaste (capacitores, filtros, correias) antes de causarem problemas. Esse cuidado serve, também para identificar  problemas potenciais antes de ocasionarem uma queda das instalações críticas. Outra função importante da manutenção preventiva é garantir ou melhorar o rendimento do equipamento. Nas visitas técnicas é possível ajustar os pontos de referência dos sistemas de ar-condicionado para que eles funcionem segundo as condições atuais de carga.

Nos nobreaks, por outro lado, é possível determinar se as baterias estão próximas do fim de sua vida útil e substituí-las antes de falharem. Também é possível determinar se a carga do nobreak excede um nível seguro em caso de sobrecarga, o que pode resultar em uma queda. A manutenção preventiva permite, ainda, avaliar se as condições operacionais e do entorno são as adequadas para o funcionamento correto do equipamento de infraestrutura. Essa vistoria consegue detectar, por exemplo, o aumento de pó ou a existência de espaços abertos no confinamento do corredor frio, fatores que poderiam afetar o rendimento geral do equipamento e a sua confiabilidade operacional.

Reparação

E, finalmente, em caso de acidente ou de falha do automóvel de luxo, não é qualquer técnico ou oficina mecânica que pode realizar uma reparação eficaz e garantida. É o fabricante que conta com a disponibilidade de peças de reposição, o conhecimento técnico e os testes necessários para garantir que o carro fique como novo.

O mesmo acontece com um equipamento grande de infraestrutura crítica, como os nobreaks e os sistemas de ar-condicionado de precisão: somente o fabricante e seus técnicos certificados de manutenção podem garantir a reparação e o rendimento de seus equipamentos graças à disponibilidade de peças de reposição e ao conhecimento técnico. O fabricante pode, também, oferecer um panorama mais amplio sobre se vale a pena reparar o equipamento ou se está na hora de um retrofit (atualização) ou da substituição total do equipamento.

Fica claro, portanto, que quando se projeta, implementa ou fornece serviços para instalações críticas, existem três premissas fundamentais:

 

  • É necessário contar com um parceiro para assessorá-lo nas necessidades atuais e futuras. Para atingir excelência em seus produtos e serviços, os fabricantes de automóveis de luxo contam com pessoal qualificado para garantir a segurança e a eficiência. Por analogia, as instalações críticas devem estar sempre nas mãos de especialistas; não é recomendável deixá-las ao acaso.
  • Disponibilidade constante. Ninguém deseja que seu carro fique avariado durante uma viagem. Da mesma maneira, dependemos da tecnologia todos os dias, para nosso trabalho, nossas comunicações e nossa vida. A conectividade constante é mais do que uma expectativa: é vital para o progresso humano.
  • Não perder de vista o Custo Total de Propriedade. Quantas vezes escolhemos um veículo por seu preço atraente, pensando ser a melhor opção? Essa visão deixa de lado considerações importantes como os serviços de manutenção (incluindo mão de obra e peças de reposição), o consumo de energia, a vida útil, as intervenções corretivas imprevistas, entre outros fatores. Quando a reputação de sua empresa, seus lucros e suas operações estão em jogo, é recomendável, em todo processo de tomada de decisão, comparar financeiramente os custos em curto prazo e em longo prazo.

Francisco Sales é Gerente de Serviços da Vertiv Brasil 

INVESTORS
Overview

Selecione o seu país e idioma